Gas Gas Racing Team comemora 100% de aproveitamento na temporada 2013
Por: Mundo Press
Em 06/12/2013
Equipe foi o grande destaque nos principais campeonatos de Enduro FIM do país e venceu o Enduro da Independência

O ano de 2013 não poderia ter sido mais vitorioso para a Gas Gas Racing Team. A equipe comemora 100% de aproveitamento na temporada nacional do Enduro FIM após conquistar dobradinhas em todas as competições que participou: Campeonato Brasileiro, com Rômulo Bottrel (E1) e Rigor Rico (E2); Copa EFX, com Bottrel (Elite) e Ripi Galileu (E1); e Mineiro, com Ripi (E1) e Rico (E2). Para completar, o time das motocicletas espanholas confirmou título da Over 45 na mais tradicional prova de regularidade, o Enduro da Independência, com Noé de Oliveira a bordo da Gas Gas ES 250F Cami.

Outro fato importante foi o aspecto coletivo, que também rendeu vitórias nas disputas paralelas entre equipes e fabricantes de motocicletas. A Gas Gas dominou completamente o Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, vencendo o ranking de Marcas e Fabricantes com 538 pontos – contra 341 da segunda colocada. Já na Copa EFX, a Gas Gas foi à primeira colocada nas disputas por Equipes e Clubes.

“A qualidade das motocicletas já provou que onde a Gas Gas está envolvida os resultados são positivos. A marca é campeã e, somando a qualidade dos nossos pilotos, conseguimos a melhor receita para a temporada nacional do enduro”, disse Leonardo Tavares, responsável pela comunicação da equipe. “A Rinaldi, ASW e Vedamotors, nossos parceiros, também foram muito importantes para o sucesso do trabalho. Todos se empenharam para que os títulos se concretizassem”, acrescentou.

Equipe Gas Gas Racing Team conquistou dobradinhas nas principais competições de Enduro FIM em 2013

 

Para subir no lugar mais alto do pódio, a Gas Gas Racing Team contou com um verdadeiro esquadrão de máquinas off-road. Rômulo Bottrel levantou poeira com a sua Gas Gas EC 450F, sendo que Rigor Rico correu com a EC 250F – o mesmo modelo utilizado por Lipão Rosendo na conquista do título da XC2 do Mineiro de Cross Country, outra taça para a galeria da equipe em 2013. Ripi Galileu comprovou a qualidade das motos dois tempos ao acelerar a sua Gas Gas EC 300.

“Ninguém é campeão a pé. A moto cumpriu a sua proposta e mostrou muita durabilidade no decorrer do ano”, analisou Bottrel, que em 2014 terá o número um em sua camisa. “Foi um ano incrível, consegui superar os desafios que surgiram e realizar o sonho de correr com o numeral um”, continuou. Rigor Rico reforçou a qualidade do equipamento. “Eu corri com a moto original, o que mostra o quanto ela é competitiva. Completei todas as provas e a EC 250F enfrentou tipos variados de terreno. Formamos um conjunto muito bom e os resultados de 2013 mostram que estou no caminho certo”, observou.

Ripi Galileu analisou de forma positiva o rendimento da sua dois tempos. “A moto é excelente, gostei muito de trabalhar com um equipamento dois tempos, realmente me surpreendeu.” Modelo de entrada da Gas Gas no Brasil, a ES 250F Cami tem a melhor relação custo-benefício do segmento. “Os pontos fortes da moto são o motor e o quadro, que ajudam muito o desempenho de quem faz trilha”, concluiu o experiente piloto Noé de Oliveira.

VEJA TAMBÉM:
Vídeo: Melhores Momentos 3ª etapa AMA Motocross – Thunder Valley
Em 04/06/2017
Confira um resumo das corridas da terceira etapa do campeonato, vencidas por Blake Baggett e Joey Savatgy
Mundial de Motocross: Balbi vai disputar o GP dos Estados Unidos
Em 03/09/2015
Mineiro será o único representante do Brasil na final do campeonato, que será disputada em Glen Helen
Maior Encontro de Trilheiros do Mundo está de volta!
Em 03/03/2017
Após uma pausa de três anos, Bananalama 2017 já tem data marcada: de 06 a 09 de julho em Corupá (SC)
COMENTÁRIOS
Publicidade
211 Bikes MXGP Live
Copyright © 2013 CROSSCLUBE BRASIL. All rights reserved.