Mundo Afora By Renato Dalzochio Jr #2
Por: Renato Dalzochio Jr
Em 10/01/2014
Confira os principais destaques desta edição do blog

Estatísticas: AMA Supercross em Phoenix

Neste sábado (11) o AMA Supercross desembarca no Chase Field, em Phoenix no Arizona, para a segunda etapa da temporada 2014. Como acontece com a maioria das corridas, a etapa de Phoenix é uma das mais tradicionais do campeonato. A seguir você confere os números, estatísticas e curiosidades atualizadas da competição no Chase Field.

 

Categoria 450

- A primeira corrida em Phoenix foi realizada no dia 16 de Março de 1991 e foi vencida pelo francês Jean-Michael Bayle, pilotando uma Honda.

- De 1992 a 1998, Phoenix não sediou uma etapa do AMA Supercross, voltando em 1999.

- Esta será a corrida de número 17 do AMA Supercross em Phoenix na categoria 450.

- Ezra Lusk conquistou a última vitória de sua carreira em Phoenix, na temporada 2003, pilotando uma Kawasaki.

- James Stewart e Ryan Dungey são os únicos pilotos a vencer em Phoenix nas duas categorias, 450 e 250.

- Dungey conquistou sua primeira vitória em Phoenix em 2010 e em 2012, nesta mesma corrida, deu a KTM sua primeira vitória na história do AMA Supercross na categoria 450.

 

Categoria 450: vitórias por marca em Phoenix
Kawasaki: 4 vitórias, a última em 2007.
Yamaha: 4 vitórias, a última em 2011.
Honda: 4 vitórias, a última em 2013.
Suzuki: 3 vitórias, a última em 2010.
KTM: 1 vitória, em 2012.

 

Categoria 250: vitórias por marca em Phoenix
Kawasaki: 8 vitórias, a última em 2010.
Honda: 3 vitórias, a última em 2013.
Yamaha: 2 vitórias, a última em 2001.
Suzuki: 2 vitórias, a última em 2009.
KTM: 1 vitória, em 2006.

 

Sessão estaleiro: AMA Supercross em Phoenix

O AMA Supercross 2014 segue neste sábado (11) para a segunda etapa da temporada, em Phoenix no Arizona, mas alguns pilotos seguem no estaleiro, se recuperando de suas respectivas lesões, e outros se machucaram na abertura em Anaheim I. Confira a lista atualizada.

 

Trey Canard – Braço quebrado

Quebrou o braço treinando no feriado de Ação de Graças, passou por cirurgia para colocar uma placa e espera voltar na sétima etapa em Dallas.

 

Matt Goerke – Dedo quebrado

Teve uma corrida difícil em Anaheim I e acabou quebrando o dedo indicador da mão que comanda a embreagem. Passou por uma pequena cirurgia nesta semana, mas ainda não decidiu se vai correr em Phoenix.

Matt Goerke

 

Josh Hill – Coluna

Caiu e machucou a coluna logo na segunda volta do Main Event em Anaheim I. Apesar da frustração, se recuperou a tempo e está pronto para a etapa em Phoenix.

 

Davi Millsaps – Ligamento anterior cruzado do joelho rompido

O vice-campeão da categoria 450 nas duas últimas temporadas rompeu o ligamento anterior cruzado do joelho, enquanto treinava em Milestone. Esta mesma lesão, no outro joelho, lhe custou a disputa do AMA Motocross do ano passado. Ele passou por uma cirurgia em Dezembro e só vai voltar quando estiver plenamente recuperado. Levando em consideração o tempo de recuperação de uma cirurgia de ligamentos de joelho, ele deve voltar somente no AMA Motocross.

 

Eli Tomac – Contusão no ombro esquerdo

Após um acidente que resultou em um ombro machucado durante uma Heat Race na abertura do AMA Supercross em Anaheim I no sábado passado, o piloto da equipe Geico Honda anunciou que vai decidir neste sábado se participa ou não da segunda etapa.

“Eu vou estar lá neste sábado. Ou o meu ombro vai estar bom ou vai estar ruim. Ainda está ruim o suficente para que eu não saiba qual decisão tomar”, disse Tomac.

Eli Tomac

 

Após exames médicos, Tomac iniciou um regime de fisioterapia para se recuperar a tempo de competir neste fim de semana. “Eu quero ter certeza que estou seguro o suficiente para andar. Por mais que seja uma chatice perder esta corrida, eu não quero forçar e correr o risco de ficar mais tempo afastado”, completou.

 

Blake Baggett – Pé quebrado

O piloto da equipe Monster Energy/Pro Circuit/Kawasaki quebrou o pé treinando durante a pré-temporada. Ele estava se programando para correr na categoria 250 costa Leste. Em Anaheim I, disse que ainda não tem certeza se vai se recuperar a tempo para a primeira etapa em Dallas.

 

Justin Bogle – Ombro quebrado e cinco vértebras quebradas

Bogle caiu feio treinando em Milestone, em Dezembro, e quebrou o ombro e cinco vértebras. Neste momento ele está se recuperando, mas sem previsão de retorno. A situação foi tão grave que a equipe Geico Honda contratou Blake Wharton para lhe substituir no AMA Supercross.

 

Marvin MusquinLigamento anterior cruzado do joelho rompido

Mesma lesão de Millsaps. Passou por cirurgia em seu país natal, França, e só volta quando estiver 100%.

 

Joey Savatgy – Pulso quebrado, costelas quebradas e pulmões perfurados

Eleito o piloto revelação do campeonato do ano passado, Savatgy foi outro que se acidentou feio em Milestone no início de Dezembro, o que resultou em um pulso quebrado, costelas quebradas e pulmões parcialmente perfurados. Ele vai perder o campeonato da categoria 250 costa Leste e o seu substituto contratado pela equipe Rockstar Energy KTM foi o piloto Cole Thompson, que também vai disputar algumas etapas da categoria 450 pilotando o novo modelo SX-F 350.

 

Austin Politelli – Fêmur quebrado

Austin Politelli

 

Quebrou o fêmur treinando em Milestone nesta semana. Segundo algumas fontes, uma avaria na moto, como mostram as fotos abaixo, teria causado o acidente. Não há previsão de retorno para o piloto.

 

 

GO Pro: Carona com James Stewart e Jason Anderson em Anaheim I

Nos vídeos abaixo você pode pegar uma carona com os pilotos James Stewart e Jason Anderson no Main Event das categorias 450 e 250 costa Oeste da etapa de abertura do AMA Supercross em Anaheim, disputada no sábado passado.

 

James Stewart

 

Jason Anderson

 

Prévia: AMA Supercross em Phoenix

O alemão Ken Roczen fez sua estreia na categoria 450 do AMA Supercross no último sábado em Anaheim I com uma nota alta, após uma grande vitória. Neste sábado (11), Roczen desembarca no Chase Field, em Phoenix no Arizona com a liderança do campeonato. Mesma situação de Jason Anderson, que venceu a categoria 250 costa Oeste.

Na frente de uma multidão de 45.050 pessoas que lotaram o Angel Stadium, além de um público cativo que assistiu em casa ao vivo na Fox Sports dos EUA (você assistiu aqui no Cross Clube Brasil), a primeira corrida da temporada 2014 deixou uma impressão duradoura, após corridas emocionantes tanto na categoria 450 como na 250 costa Oeste. No final de uma noite cheia de expectativas para a nova temporada, foi Ken Roczen e Jason Anderson que saíram vitoriosos da primeira batalha do campeonato, garantindo o domínio da KTM logo na abertura da competição.

KTM dominou a abertura do AMA Supercross 2014 no sábado passado em Anaheim I

 

O tricampeão Ryan Villopoto até que começou ditando o ritmo no início do Main Event da categoria 450. Ele fez o holeshot no Main Event e disparou na ponta, liderando confortavelmente, mas na oitava volta perdeu tração em uma curva e caiu, entregando a liderança para Roczen. O alemão liderou o restante do Main Event, mas viu sua liderança ameaçada por James Stewart na volta 15. No entanto, Stewart perdeu o controle de sua moto na sessão de costelas e sofreu um tombo que o tirou da corrida. Foi a primeira vitória da carreira de Roczen na categoria 450, vitória que se tornou ainda mais importante quando seu companheiro de equipe, Ryan Dungey, ultrapassou o australiano Chad Reed e ficou com a segunda posição, deixando a equipe oficial Red Bull KTM comemorar uma dobradinha. Reed foi o terceiro e Villopoto o quarto.

Ken Roczen e James Stewart

 

“Isso é uma loucura”, disse Roczen no pódio. “Fiz uma boa largada e pilotei de forma muito consistente. Somente faltando quatro voltas para o fim vi que poderia ganhar”, completou.

Logo na estreia Roczen conquistou a primeira vitória de sua carreira na categoria 450

 

Na categoria 250 costa Oeste, Jason Anderson largou na frente, mas foi imediatamente pressionado por Cole Seely e ambos iniciaram a disputa pelo primeiro lugar, com Seely assumindo a liderança na terceira volta. Ele manteve uma vantagem confortável até os estágios finais da corrida, quando foi ultrapassado por Anderson com um movimento agressivo na última volta, faltando duas curvas para o fim. Foi a segunda vitória da carreira de Anderson, e a segunda nas últimas três corridas.

Jason Anderson e Cole Seely

 

“A ultrapassagem em Cole foi arriscada”, disse Anderson no pódio. “Eu não gosto de jogar sujo, mas hoje tive que arriscar e estou contente que funcionou. Estou ansioso para andar em Phoenix com o number plate vermelho. Esta foi apenas a segunda vitória da minha carreira, por isso foi importante para mim”, completou.

Jason Anderson venceu na categoria 250 costa Oeste

 

Este fim de semana marca a corrida de número 17 da história do AMA Supercross em Phoenix. Uma média de 44.430 fãs por ano lotam o Chase Field para acompanhar as disputas. James Stewart e Jake Weimer detém o recorde de vitórias na categoria 250, duas para cada um, e na 450 Stewart está empatado com Ricky Carmichael, com quatro vitórias cada. James Stewart e Ryan Dungey são os únicos pilotos a vencer as duas categorias em Phoenix. 

No ano passado a vitória na categoria 450 ficou com o estreante Justin Barcia. Foi a primeira vitória da carreira dele, em frente a um público de 50.109 fãs. Na categoria 250 Eli Tomac conquistou sua segunda vitória consecutiva na temporada. A primeira corrida do AMA Supercross em Phoenix foi em 1991, mas a primeira no Chase Field foi disputada em 1999. O Rei do Supercross, Jeremy Mcgrath, venceu a categoria 450, enquanto Nathan Ramsey faturou a 250.

 

David Guarneri assina com a TM

A equipe oficial TM Ricci Racing Team está pronta para a temporada 2014 do Mundial de Motocross. Depois de confirmar o estoniano Tanel Leok para a categoria MXGP, outro importante piloto irá complementar a equipe. Trata-se do italiano Davide Guarneri, que também vai disputar a categoria MXGP no Mundial de Motocross, além do Motocross Internacional da Itália.

 

“É uma grande honra para mim vestir a camisa da TM, a primeira equipe oficial de fábrica da minha carreira, uma combinação italiana que me deixa orgulhoso. Gostei da moto desde o primeiro momento. Daqui para frente vamos trabalhar duro para melhorar nosso desempenho, que já é bom agora”, disse Guarneri.

VEJA TAMBÉM:
Galeria de Fotos: AMA Supercross em Minneapolis
Em 16/04/2013
Noite foi dominada pelos pilotos da equipe oficial Red Bull KTM. Confira as imagens da prova no Metrodome
Stewart volta ao AMA MX neste sábado
Em 15/07/2016
Piloto está confirmado em Spring Creek. Dean Wilson também volta. Baggett e Bisceglia estão fora da temporada
Maurício Manieri na abertura do Arena Cross
Em 24/04/2017
Maurício Manieri na abertura do Arena Cross. Ele cantará o Hino Nacional e a música de premiação do evento
COMENTÁRIOS
Publicidade
211 Bikes MXGP Live
Copyright © 2013 CROSSCLUBE BRASIL. All rights reserved.