Race Report: 10ª etapa AMA SX 2015
Por: Renato Dalzochio Jr
Em 08/03/2015
Ryan Dungey venceu em Daytona e deu mais um passo largo rumo a conquista do bicampeonato na categoria 450

Após duas corridas consecutivas no Georgia Dome em Atlanta, neste sábado (07) o AMA Supercross seguiu para o Estado da Flórida, no sul dos EUA. Daytona Beach recebeu a 10ª etapa do campeonato. Apesar da previsão de corridas na lama, a chuva não apareceu e as provas foram disputadas em pista seca, mas Daytona nunca é Daytona de verdade se a pista não estiver cheia de canaletas e buracos profundos. Este ano não foi diferente. Encontrar o acerto ideal da moto é sempre importante para uma pista que mistura supercross e motocross, mas a precisão e perfeição no encaixe dos obstáculos é crucial, ainda mais em uma pista que vai se deteriorando volta após volta. Daytona também pode derrubar qualquer piloto. Foi o que aconteceu com Ken Roczen nos treinos classificatórios. Com uma lesão no tornozelo, o alemão se viu obrigado a abdicar das corridas e praticamente deu adeus a disputa pelo título. Ryan Dungey venceu, dando mais um grande passo rumo a conquista do bicampeonato. Na 250 costa Leste, o francês Marvin Musquin venceu e ampliou sua vantagem na liderança da classificação.

 

250 costa Leste

A largada tinha uma primeira curva apertada para a esquerda e os engavetamentos ali eram inevitáveis quando o gate baixava. O francês Marvin Musquin pegou o holeshot ao fazer uma largada limpa, seguido pelo atual campeão Justin Bogle em segundo. Jeremy Martin, piloto mais rápido nos treinos classificatórios, ficou preso no meio do pelotão. Companheiro de Bogle na equipe Geico Honda, RJ Hampshire aparecia em terceiro, pressionado por Kyle Peters e Jimmy Decotis, respectivamente quarto e quinto colocados. Martin aproveitou o engarrafamento na primeira volta para avançar até a sexta posição. E ele continuou abrindo caminho até alcançar a terceira posição na terceira volta, mas Musquin e Bogle já haviam utilizado a pista limpa para abrir uma vantagem segura. Nas voltas seguintes Musquin seguiu fazendo uma corrida perfeita. Ele chegou a abrir mais de 8 segundos de vantagem para Bogle, diferença que caiu para pouco mais de 5 na bandeira quadriculada.

Largada 250 costa Leste

 

Martin completou o pódio na terceira posição, Joey Savatgy foi o quarto e Hampshire completou o top 5. Na classificação do campeonato, Musquin abriu 12 pontos de vantagem para Martin, que está um ponto na frente de Bogle. Savatgy é o quarto e o equatoriano Martin Davalos fecha o top 5.

Marvin Musquin

 

450

Quando o gate caiu foi Andrew Short quem saiu na frente, após disputar as duas primeiras curvas com Mike Alessi e Ryan Dungey. Blake Baggett largou em quarto, trazendo Cole Seely, Chad Reed e Weston Peick em seu encalço. Candidatos ao título, Eli Tomac e Trey Canard sofreram com largadas pobres. Tomac começou em 8º e Canard na 21ª posição. Alessi chegou a ultrapassar Short na segunda volta, mas acabou tomando um X espetacular logo na sequência. Dungey assumiu a segunda posição ao passar Alessi, que também foi ultrapassado por Seely, Baggett e Reed. Short seguiu liderando, mas passou a receber pressão de Dungey e Seely. Seely tentou ultrapassar Dungey, mas no contato entre os dois o piloto da Honda levou a pior e ficou no chão. No infortúnio de Seely, Baggett, Peick e Reed ganharam uma posição cada um. Quem também já estava neste pelotão era Tomac. Peick ultrapassou Baggett na oitava volta, ao mesmo tempo em que Dungey assumia a liderança ao despachar Short. Peick seguiu o exemplo de Dungey ao assumir a segunda posição. Na briga pelo terceiro lugar, Reed caiu quando pressionava Short. O australiano voltou na 9ª posição. Após liderar quase metade da corrida, Short sucumbiu à pressão dos adversários, perdendo posições volta após volta. Tomac continuou avançando e facilmente assumiu a segunda posição, após ultrapassar Peick e Baggett.

Largada 450

 

Dungey garantiu sua quarta vitória no campeonato de forma tranquila, com pouco mais de 4 segundos de vantagem sobre Tomac. Baggett conquistou seu primeiro pódio da temporada, ao finalizar em terceiro. Seely foi o quarto e Reed, após corrida de recuperação, fechou o top 5. Faltando 7 etapas para o fim do campeonato, Dungey abriu 40 pontos de vantagem para Canard na liderança da classificação. Tomac é o terceiro, 3 pontos na frente de Roczen e Reed fecha o top 5.

Ryan Dungey

 

RESULTADOS

250 costa Leste

1. Marvin Musquin (KTM)

2. Justin Bogle (Honda)

3. Jeremy Martin (Yamaha)

4. Joey Savatgy (Kawasaki)

5. RJ Hampshire (Honda)

6. Jimmy Decotis (Honda)

7. Kyle Peters (Honda)

8. Anthony Rodriguez (Yamaha)

9. Mitchell Oldenburg (Yamaha)

10. Martin Davalos (Husqvarna)

11. Kyle Cunningham (Honda)

12. Jordon Smith (Honda)

13. Vince Friese (Honda)

14. Luke Renzland (Yamaha)

15. Colt Nichols (Honda)

16. Gannon Audette (Kawasaki)

17. Justin Starling (Yamaha)

18. Dakota Alix (KTM)

19. Jace Owen (Honda)

20. AJ Catanzaro (Suzuki)

21. Nick Gaines (Kawasaki)

22. Nick Desiderio (Yamaha)

 

450

1. Ryan Dungey (KTM)

2. Eli Tomac (Honda)

3. Blake Baggett (Suzuki)

4. Cole Seely (Honda)

5. Chad Reed (Kawasaki)

6. Trey Canard (Honda)

7. Jason Anderson (Husqvarna)

8. Weston Peick (Yamaha)

9. Davi Millsaps (Kawasaki)

10. Broc Tickle (Suzuki)

11. Josh Grant (Kawasaki)

12. Andrew Short (KTM)

13. Kyle Chisholm (Kawasaki)

14. Phil Nicoletti (Yamaha)

15. Nicholas Wey (Kawasaki)

16. Jimmy Albertson (Yamaha)

17. Ben Lamay (Husqvarna)

18. Kyle Partridge (Honda)

19. Killian Rusk (Yamaha)

20. Jacob Weimer (Kawasaki)

21. Nicholas Schmidt (Suzuki)

22. Mike Alessi (Suzuki)

 

CLASSIFICAÇÃO

250 costa Leste

1. Marvin Musquin – 97 Pts (3 vitórias)

2. Jeremy Martin – 85 Pts (1 vitória)

3. Justin Bogle – 84 Pts

4. Joey Savatgy – 72 Pts

5. Martin Davalos – 56 Pts

6. RJ Hampshire – 54 Pts

7. Anthony Rodriguez – 47 Pts

8. Vince Friese – 46 Pts

9. Kyle Peters – 43 Pts

10. Jimmy Decotis – 42 Pts

11. Matt Lemoine – 39 Pts

12. Arnaud Tonus – 38 Pts

13. Luke Renzland – 27 Pts

14. Gannon Audette – 24 Pts

15. Mitchell Oldenburg – 23 Pts

16. Colt Nichols – 20 Pts

17. Justin Starling – 19 Pts

18. Kyle Cunningham – 17 Pts

19. Dakota Alix – 12 Pts

20. Jordon Smith – 9 Pts

 

450

1. Ryan Dungey – 224 Pts (4 vitórias)

2. Trey Canard – 184 Pts (2 vitórias)

3. Eli Tomac – 159 Pts (1 vitória)

4. Ken Roczen – 156 Pts (2 vitórias)

5. Chad Reed – 140 Pts (1 vitória)

6. Jason Anderson – 140 Pts

7. Cole Seely – 138 Pts

8. Blake Baggett – 135 Pts

9. Andrew Short – 109 Pts

10. Broc Tickle – 107 Pts

11. Davi Millsaps – 87 Pts

12. Weston Peick – 73 Pts

13. Justin Barcia – 71 Pts

14. Josh Grant – 66 Pts

15. Jacob Weimer – 63 Pts

16. Mike Alessi – 48 Pts

17. Phil Nicoletti – 44 Pts

18. Kyle Chisholm – 44 Pts

19. Josh Hill – 40 Pts

20. Brett Metcalfe – 40 Pts

VEJA TAMBÉM:
Galeria de Fotos: 1º dia Loretta Lynns 2013
Em 31/07/2013
Confira uma galeria com as imagens desta terça-feira (30) do maior campeonato de MX amador do mundo
Etapa de Canelinha do Brasileiro de Motocross é cancelada
Em 04/07/2015
Devido à crise econômica brasileira, poder executivo local não confirmou apoio, o que inviabiliza a realização da prova
Inscrições abertas para a Copa Brasil de Motocross em Indaiatuba
Em 26/07/2015
Inscrições com desconto devem ser feitas até 12 de agosto. Prova será nos dias 15 e 16 no CET Honda
COMENTÁRIOS
Publicidade
211 Bikes MXGP Live
Copyright © 2013 CROSSCLUBE BRASIL. All rights reserved.